h1

Um disco perfeito

19 setembro, 2006

Pra mim, um disco perfeito é aquele cujas faixas são todas o máximo. Todas as músicas são boas e você não dá skip em nenhuma delas. É capaz de ouvi-lo infinitas vezes, no repeat. Over and over. Não é como aqueles os quais a gente só gosta da 3,7,10, e 15. É aquele que você sabe a ordem das músicas, todas as letras, as participações especiais as dedicatórias e o minuto exato no qual o baixista dá aquele snap matador…pammmm!

Eu tenho vários desses, de variados gêneros. Revolver e Abbey Road, dos Beatles, por exemplo. Perfeitos. Heaven or Las Vegas do Cocteau Twins.The Downward Spiral, do NIN. Violator, do Depeche. Bitches Brew, de Miles Davis. So Tonight That I Might See, do Mazzy Star. Dummy, do Portishead. I’m Your Man, do Leo Cohen. Mezzanine, do Massive Attack. The Queen is Dead, do Smiths, Head Hunters, do Herbie Hankcock. Desintegration, do The Cure. And then nothing turned itself inside-out, do Yo La Tengo. The Joshua Tree e Achtung Baby do U2, Meantime, do Helmet, Bee Thousand, do Guided By Voices. Final Straw, do Snow Patrol, Tábua de Esmeralda do Jorge Ben, Racional do Tim Maia, (Tim Maia Racional) Chega de Saudade, do João Gilberto, Moving Pictures do Rush, Back in Black do AC/DC, Who’s Next do The Who, Juju, da Siouxsie, Hunky Dory, Ziggy Stardust, Scary Monsters e Low do mestre-todo-poderoso-salve-salve Bowie…Enfim, cara…. MUITA COISA.

Esses foram só uns poucos que lembrei assim, de cabeça, enquanto escrevia esse post. Tem um monte faltando aí, de bandas e artistas que venero.

Esta aliás, é a merda de se fazer listas. Eu sempre acabo achando que fui injusta, que minha memória me traiu pela quantidade de bandas que conheço enfim…odeio! E o pior é que sei que vai ter gente comentando coisas do tipo: “Mas e aquele?” “esqueceu do tal!” “não acredito que você não incluiu o x”. – Bah…vão ver se tô na esquina todos vocês! Hey, mas antes acabem de ler, please…

Bem,todo esse trelelé foi só pra falar que essa semana descobri, em meio a meus downloads perdidos, um disco perfeito. Já comentei que baixo mais discos e músicas do que jamais terei tempo hábil de ouvir, né? Pois é..compulsão. Assim sendo, querendo ao menos fazer jus a todos esses megabytes consumidos, antes que meu computador exploda, fui fuçar no meu Itunes e achei o Delays.

É claro que já havia ouvido essa banda britânica de Southhampton… Assim como a zibidilhões de outras as quais não prestei atenção alguma. Mea culpa. Chamo isso de “ouvir de mentirinha”. Trata-se de um termo que criei pra identificar quando apenas dou uma passada nas músicas ou no disco mas não me concentro em ouvi-los, de fato. O faço só para efeito de me manter antenada e informada sobre esse mercado fonográfico maluco, uma necessidade da minha área, o jornalismo musical. Ao menos pra mim.

Pois decidi ouvir DE VERDADE, Faded Seaside Glamour, um disco de 2004 que esse grupo, que surgiu nos anos 90 e foi engolido pelo boom “brit-pop-ready-made” do Blur e Oasis, lançou, sem muito alarde.

O Delays são os novos Cocteau Twins, só que muito mais pop, claro. Como se não bastasse a baita referência, às vezes também lembram The Sundays (amo!), The LA’s, com pitadas de The Hollies. O vocal é – pasmem – masculino, mas é quase um sopranino, na boa. Acho que Greg Gilbert é um castratti (!) a voz dele é do mesmo timbre que a minha, caraco!

Com todas essas comparações creio que seja desnecessário discorrer sobre a suave,engenhosa e cuidadosa construção harmônica da banda, suas letras poéticas, a escolha zelosa dos instrumentos e efeitos e sobre as sensações maravilhosas que o disco inteiro me trás. Da primeira à ultima faixa, simplesmente perfecto. BAIXEM.

(E de presente pra vcs vai – Nearer Than Heaven uma das mais lindas do disco)

7 comentários

  1. Oi, olha vc não imagina como eu sofro por não ter um computador decente para baixar músicas e conhecer mais bandas! Oh como eu sofro, inferno! Ainda bem que tenho você minha imortal beloved!

    Kisses my love


  2. esse disco do cohen é um dos piores, cheio de sintetizadores bestas, afe.
    :>/
    grava esse disco aí e manda pra mim!
    :>)


  3. faço minhas as palavras da Gi….

    mas fiquei pra lá de curiosa e vou ouvir a musica o mais rapido possivel


  4. Bêibe, tem uma encomenda pra vc lá no Ação!
    Besos.


  5. eu ouvi ‘nearer than heaven’ e fiquei cantando por semanas, ô musiquinha perfeita. baixei umas músicas soltas e também OUVI DE MENTIRINHA. aliás, temos algo em comum, eu também BAIXO MAIS MÚSICA DO MEU TEMPO PERMITE CONSUMÍ-LAS. uma doença que vem desde 2001, quando eu comecei a assaltar as bandas largas alheias.

    o meu disco perfeito do momento é NASHVILLE, do JOSH ROUSE.

    beijo.


  6. vou seguir a dica e baixar.
    taí porque eu odeio listas! nunca consigo completar uma!
    beijo grande


  7. Baixei mas não ouvi ainda. Confio no teu gosto. De qqer modo essa capa é pra lá de bacana.
    (lei do menor esforço) esses caras são de onde?

    bj



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: