h1

Diagnóstico

27 novembro, 2006

 

-Não sei por que, mas ultimamente meus pulmões têm hiperventilado, doutor…o que será isso?

-É excesso de vida, Gabriela…excesso de vida. Tome cuidado…isso mata.

One comment

  1. Viver mata. É fato. Até hoje (que eu saiba) ninguém sobreviveu.

    E quanto mais intensa a vida, maior o risco de morte. Muita vida acumulada causa tremores e ondas sísmicas que racham tudo, explodem em vulcões que abrem feridas na terra e sangram lava quente, que incendeia florestas, destrói cidades, mas no fim sempre faz nascer vida nova das cinzas.

    A outra vida não causa morte porque não pulsa. Leve, suave, sem angústias, sem tremores, não racha o chão, não causa dores, petrifica-se e nunca muda, silencia e fica muda, torna-se passado sem nunca ser presente.



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: