h1

O Labirinto do Fauno

4 dezembro, 2006

 

Uma de minhas maiores paixões é o cinema. A outra são os livros. Não vou continuar a lista porque senão deixo de escrever o que me propus, mas na relação entram  música, chocolate, quadrinhos, sexo,  amigos, sapatos, maquiagem…não necessariamente nessa ordem.

Pois fui ao cinema nesse findi com a Alê e o Batman (sim, ela é casada com o Batman) e, como ela lê minha mente, me propôs assistir justamente ao filme que eu estava morrendo de vontade de ver – ‘O Labirinto do Fauno’(Pan’s Labirinth/El Laberinto del Fauno -Gilhermo del Toro – Espanha/Mexico- 2006) e foi simplesmente FENOMENAL. Posso afirmar com toda a certeza que foi um dos melhores filmes que vi em 2006.

A sinopse é a seguinte: Ofelia é uma menina linda e solitária de 11 aninhos, orfã de pai e cuja mãe, para sobreviver em plena Guerra Civil Espanhola, se casa com um oficial fascista (de quem está grávida) e muda-se da capital para uma casa de campo, onde o futuro marido mora. O militar em questão, passa os dias limpando armas, lustrando as botas, caçando e torturando cruelmente rebeldes das aldeias ao redor de sua propriedade, é assim, como diríamos? Um doce de pessoa.

Ofelia se sente deslocada, sozinha numa casa velha e enorme, longe da mãe que  está acamada, pois sua gravidez é de risco, e escurraçada pelo militar das botas brilhantes e mãos sangrentas. Seus únicos amigos são a governanta e…os livros. Sempre eles.

E graças a eles, Ofelia consegue sobreviver às dores e estranhamentos do mundo que a cerca criando seu próprio universo.

O Labirinto do Fauno é um filme extremamente belo, lúdico, triste e denso. E eu me vi nele. E me vi em Ofelia. E me vi em cada episódio que sua imaginaçãozinha criava para amenizar a dureza, a incerteza e o medo que tentavam sufocá-la e arrancar sua preciosa inocência.

 Essa foi a primeira razão pela qual fui ver o filme. A segunda foi pelo fato de ser dirigido por Guillermo del Toro (Hellboy e o ótimo A Espinha do Diabo) um mestre nos efeitos visuais, fotografia e beleza plástica.

Os elementos fantásticos do filme são de embasbacar, a fotografia e iluminação, sempre obscura, soturna passa um clima pesado, difícil e entra em contraste com a doçura e e fascinação exercidos pelos seres de contos de fada que aparecem na trama. Todo o visual do filme é riquíssimo, belo, extremamente trabalhado, nos mínimos detalhes. Um festim visual, um labirinto de sonho, fantasia, magia, arte, sensações e sentimentos no qual você não se perde, se encontra.

Vão assistir!  Mas atenção: Não pensem que se trata de um filme de crianças, ou para crianças. Há cenas chocantes, violentas e um clima de horror iminente presente só nos melhores suspenses de Hollywood. Aliás, a única crítica que tenho ao filme é referente ao excesso de violência. É bem exagerado, porém nunca fora de contexto. Eu é que tenho estômago fraco pra suplícios e afins…urgh. Destaque para as atuações de Ivana Baquero (Ofelia) e Sergi Lopéz (o comandante) Brilhantes.

25 comentários

  1. Nossa!
    que massa!
    fiquei super afim de ir ver…
    com certeza vai ser o
    filme que verei essa semana ;D

    ;***


  2. Pooo, eu estou louca para ver esse filme! E agora que tá recomendado que eu não vou perder mais tempo!


  3. Só de ler me embrulhou o estômago…


  4. Realmente, um grande filme! Blog muito legal! Voltarei mais tarde!


  5. Estou desesperada prá ver este filme!


  6. Eu adorei Espinha do Diabo. Estou louco para assistir o Labirinto do Fauno. Eu cheguei a baixar o filme mas não consegui legendas em português em lugar nenhum.😦
    Quando eu assistir eu posto no meu blog:
    http://silveira.wordpress.com
    Depois passa por lá.


  7. Não era imaginação da Ofelia!
    Era tudo verdade!
    Porque os contos de fadas são assim…


  8. Ahh também assisti e adorei. E minha única crítica é a mesma que a sua. Acabou que o excesso de violência ficou em primeiro plano e não a história da Ofélia. =(

    abraços


  9. Vale a pena conferir!!!!
    Um filme que vai da violência a mais pura inocência, foi exatamente isto que me chamou a ateñção.
    O cinema precisa de mais filmes como este e nós também!!


  10. eu nao achei nada interessante:\ dp de ler historia do filme e ver o trailer


  11. gostaria de assistir o filme labirinto de fauno


  12. fantástico!
    O mais incrível foi a mistura do real com o imaginário. As fantasias de ofelia levou adultos a repensar a dimensão da mente humana ante problemas. fugir do real por meio da mente….criar fantasias que nos tirem da realidade.
    belíssimo filme


  13. tenho so 12 anos,e mesmo tendo estomago fraco,eu assisti a esse fantastico filme.adoro cinema e “o labirinto do fauno” e um dos meus filmes favoritos,principalmente porque me identifiquei com ofelia.adoro livros e sei muita coisa sobre criaturas magicas.para quem nao viu,eu peço que voces assistam.e um filme fascinante!!!!!!!!!!!!!


  14. é preciso que haja violência, para podermos enxergar o belo e fantasia em contraste com a dura realidade…
    Ótimo filme.
    abraços.


  15. A violência no filme não é excessiva, é real. Tão real que chega a doer. A frase do fauno quando se refere aquele monstro que enxerga com as mãos: “não é humano”. É isso que a gente pensa quando se depara com tremenda crueldade. A crueldade que lemos nos jornais todos os dias…


  16. Gostei muito do filme…

    “O Labirinto do Fauno” é um filme muito bom, muito bem feito… Esse filme mereceu, com certeza, os Oscars que recebeu…

    O diretor e autor do filme está de parabéns.
    E a pequena Ivana Baquero, uma excelente atriz.
    Todos estão de parabéns.


  17. Somente agora vi o filme, e me vi com um emaranhado de sensações que até agora me emociona. O filme é estupendamente soberbo, tudo eh perfeitamente entrosado,até a obscuridade se faz de maneira harmoniosa..é de encher os olhos e o coração.


  18. A forma como a história traça o paralelo entre os rebeldes da guerra civil espanhola com a Ofélia, e entre o bebê e os futuros espanhóis é linda. O sangue e sofrimento dos rebeldes e de ofélia em prol da “vida” livre do bebê e do povo espanhol.
    Belíssimo filme!


  19. Simplesmente fantástico, um dos melhores do gênero. Entretenimento na certa.


  20. ainda nao vi o filme…
    mas aqui na escola vamos ver…
    me interessei pelo filme agora quando a professora
    começo a fazer um trabalho dai a pesquisa e o meu interesse!!!
    pelos comemtarios acho que vou gostar !!!


  21. […] gosto de Guillermo Del Toro. Porque ele faz filmes como Mutação, A Espinha do Diabo, O Labirinto do Fauno, Hellboy e O Hobbit. Desses só não vi Mutação, mas essa falha será sanada em […]


  22. E MUITO ENTERRESANTE


  23. eu gosteii muito do filmee , tirando as cenas de violência que é muito pesada , fora isso é muito legal !
    by, by


  24. Nossa o que falar de um filme tão maravilhoso como este já assisti várias vezes e em todas me emociono muito, verdadeiramente o melhor filme de 2006, adoroeiiiiiiiii, ofelia é muito e inocente e isso a torna doce e corajosa a todas as fantasias e a realidade!! Parabéns pra mim é o melhor filme que já vi! Bjosssssssss


  25. eu ja assisti esse filme !
    EÉ maravilhoso! acho q o melhor q eu ja vi🙂
    Assisam vcs vao amar como todos q ja viram



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: