h1

Só pra constar

8 março, 2007


Minha ídala, Joana D’arc – Santa e louca

Dia da mulher é o caralho. Esse tal Dia Internacional da Mulher é simplesmente UÓ.

Acho a maior besteirada isso, nem me venham dar parabéns porque acho escrotice. Não estou fazendo aniversário.

E também acho o cúmulo da hipocrisia os homens aparecerem com rosas, caixas de bombons (quando o fazem) ou qualquer outro mimo nesse dia, enquanto nos outros 364 enchem a mulherada de porrada e desgosto. (Sim, o Brasil figura entre os países com maior índice de violência doméstica do mundo, já falei sobre isso no meu outro blog, o PEGA NA GRANDONA)

Sem falar que a mulherada daqui é, em sua maioria, burra, ignorante, problemática, fútil, recalcada, infeliz sexualmente, pobre e sofredora. Pra que comemorar então? Comemorar o quanto somos guerreiras?

A vida pede isso de todos. Não acho que seja algo de que se ufanar.

E outra, acho essa tal de ”emancipação da mulher” uma porcaria. Todo mundo perdeu a linha, ninguém mais sabe o que quer. O homem não é mais cavalheiro porque acha que a mulher vai achá-lo condescendente e a mulherada hoje reclama que só tem homem grosseiro por aí, dentre outras confusões de relacionamento.

Ué, não queriam direitos iguais? Então toma!

O que nos torna especiais e nos completam são as diferenças, não as semelhanças. O desafio é saber conviver com elas e não nivelar a coisa.

Eu, para o espanto de muita gente e indignação das feministas mais ferrenhas, me considero uma versão ultimate da Amélia, sim, aquela que segundo o saudoso Mário Lago “ era mulher de verdade”…

Adoro cozinhar, cuidar da casa, cuidar do meu marido, receber as pessoas, quero ser mãe mais do que tudo nessa vida, sei costurar e fazer artesanato.

Mas também sei atirar, fiz curso de primeiros-socorros, sobrevivência na selva, kung fu, sou feliz na minha profissão (apesar de ser mal-paga, mas até aí muita gente é) e possuo muitas outras aptidões que não convém revelar aqui, não é mesmo? : )

Enfim, só se considera minoria quem se ACHA minoria.

Dia da mulher pra mim é todo o dia.

E viva outra merda de data comercial! Urgh!

19 comentários

  1. eheueheu….É TODO DIA!!!… Apesar de eu não saber costuras, nem cozinhar, eu quero muito paparicar meu marido e ter filhos também!…eehhe… :o)… Esse negócio de feminismo nem é legal.

    Beijos!


  2. eheh..minoria o cacete né…somos maioria absoluta, não sei como essa homarada ainda não se tocou. tsc…
    e ó: não precisamos mesmo de um dia. todo dia é dia de mulher!!! viva nóis!
    bjks.


  3. Ah, mas o seu deve ser melhor. Eu intitulei e logo me bateu preguiça, aí deixei pra depois, hah.


  4. assinando em baixo.


  5. claaaaro….
    que é isto de definir um dia pra mulher ‘ser lembrada’??
    pára tudo né?
    respeito, amor e carinho é bom todos os dias e SEMPRE!
    NUNCA É DEMAIS!
    eu particularmente não me exalto neste dia, afinal penso o mesmo…
    todo o ano é a mesma ladainha…
    o que a mulher conquistou, o que nao conquistou, etc etc
    acho que no fundo isso aumenta o preconceito, cria clubinhos do bolinha e luluzinha…bah! o fim.
    mulheres são deusas(bruxas)por natureza… pelo menos as que sabem que são especiais… as que sabem, não fazem lá mto alarde por 1 data ‘comercial’ desta!

    ‘É uma bruxa a mulher que tem o poder de sua propria vida,
    É a que dita suas proprias regras.
    É a que não se rende ante a abnegação
    É a que não conhece nenhuma pessoa com uma estima maior que a sua e é mais fiel a si propria do que nehuma outra abstração,
    É a mulher que doma e nunca é domada
    É a que transforma a energia que recebe a seu bel prazer
    É a que se apaixona e se entrega a todos seus ideais, mas segundo estes vai mudando e se adaptando.
    Na realidade todas as mulheres que encontraram seu lugar no mundo são bruxas’

    é isto!
    bjos pra mulheres especiais que escrevem por aqui!
    tati


  6. Gabs, concordo em número, gênero e grau! Não sei cozinhar quase nada, mas adoraria aprender mais. Costurar idem idem. Sei que jamais seria uma mulher estilo dona de casa tradicional, já que não gosto de novela e muito menos BBB (praticamente não vejo tv, aliás), não gosto muito de falar ao telefone, ODEIO fofoca e falar da vida alheia, também detesto bater perna em shopping. Troco pneu, abro latas de palmito e mato baratas sozinha, mas se tiver um namorado que se ofereça pra fazer isso, aceito de muito bom grado.
    Isso que vc mencionou sobre a hipocrisia de muitos homens nesta data, tá mais do que certo. Dia da mulher?? Acho isso praticamente uma piada de mau gosto. Deveriam criar um slogan canalha logo, já que querem que nos sintamos tão especiais assim. Algo como: “só neste dia, não bata na sua mulher” ou “neste dia, dê o devido aumento de salário à sua funcionária Renata, que exerce as mesmas funções que o Fernando e ganha 30% menos”.
    E por aí vai. O mundo tem muito o que girar pras mudanças acontecerem…


  7. Huhahaha…Patsy, vc tá “andando demais com o Tuca”…mas adorei o slogan, anyway.

    Assumam-se, é meu lema, sempre!

    Olha, eu sou uma Amélia Ultimate, mas nem por isso adoro fofocar da vida alheia, andar em shopping (aliás ODEEEEIO shopping), muito menos assistir novela e BBB! Cruzes!

    Sou uma Amélia moderna! Pensante e cheia de vaidades hahaha.

    Beijos, te adoro!


  8. O que me irrita mais é ter que TRABALHAR nesse dia. Além de ganhar uma rosa no posto de gasolina onde abasteço o carro (e ter vontade de mandar o coitado do frentista enfiar a rosa…), na redação é TODO ANO A MESMA COISA: a mulher no mercado de trabalho, a mulher que sofre violência doméstica, a mulher que ganha menos que o homem, a independência sexual da mulher, mulheres em cargos de chefia, blá blá blá… PUTA SAAAAACO!!!!

    Não sei cozinhar, nem costurar, nem cuidar da casa. Levo hooooooras pra lavar meia dúzia de pratos, jogo futebol, falo palavrão e choro em novela e comercial. E daí? Parabéns por quê? Pro inferno!!!

    Gábis, vê minha casinha nova?

    Um beeeeeeijo.


  9. Achei o post meio radical mas tudo bem, eu sei e tu sabes que o dia das mulheres é todo dia.

    Agora, vê se pára de escrever essas coisas e vá já fazer meu almoço!

    eheheh


  10. Gabi…

    Eu te dei parabéns, assim como muita gente deve ter dado, pela simples razão de unificar o dia internacional da mulher como uma lembrança simples de que todos somos iguais perante essa “guerra dos sexos” que acontece, e todas nós sabemos que acontecem.

    Nunca encarei esse dia como comercial, como um dia para se gastar dinheiro. Eu encaro esse dia como um dia de reflexão sobre o papel feminino na sociedade, como eu escrevi ontem no blog.

    Todos os dias são nossos sim, mas encarar que existe um dia para reflexão (isso no meu modo de vista, claro) é bom para colocar os “parafusos” em ordem e respirar fundo pelo menos um dia por ano.

    Minha mãe me disse que o dia da mulher não mudou nada na vida dela. Claro, nem mudou a minha. Mas fez pelo menos alguns homens pensarem um pouco em reconhecer a grande mulher que está atrás deles.

    Eu não estou defendendo a data como comércio. Estou defendendo, na verdade, um dia para colocarmos a boca no trombone! Sofremos pacas na mão de gente inescrupulosa…

    Beijo, Gabi!


  11. amor…

    Eu sou radical. E até onde eu sei, vc gosta disso…

    Teu almoço tá pronto. Come TUDO…e é bom lamber o prato. Heheh…


  12. Disse tuuuuudo!!!!

    adorei cada frase do seu texto, viu?

    bjinhos


  13. Onde assino?

    Odeio receber e-mails, sorrisinhos e abracinhos melosos com “Parabéns pelo seu dia”.


  14. EU NÃO SOU PRENDADA! RSRSRSRS, e adoro ser assim. Sou uma mulher viada, adoro shopping, mas não quero mais trabalhar nele, que inferno!

    Sou mulher com orgulho, não to satisfeita com nada, e to melhorando tudo. E ADORO USAR OS MEUS PODERES PARA O MAU, HE HE HE.

    Beijos, marida!


  15. Oi, Gabi! Sou leitora silenciosa aqui do seu cantinho, mas só queria lhe informar que fiz uma indicação do seu blog lá no meu espaço. Se você tiver algum problema com isso, por favor, me dê um toque, ok? Bisous! Ps.: eu também odeio essas datas comerciais, porra, se fosse por mérito, todo dia era dia da mulher, afinal, saimos para conquistar o mundo sem medo de carregar a casa nas costas… e pior, somos felizes assim, fazemos melhor assim. Bisous!


  16. Uau! Que bom saber que existe mulheres assim… mas vai eu dizer isso pra ser taxado como porco canalha! em via de regra a mulherada quer ser mimada, paparicada e nos chamar de machistas sempre… curioso!


  17. Eu tenho uma solução pra isso, quando algum homem vier lhe dar os parabéns pelo dia das mulheres, você retruca dizendo: dia 21 de abril lembrarei de você, seu índio de araque!


  18. Acho que os homens estão tão folgados que até motel andam “meiando” com a namorada. Eu acho isso uma falta de cavalheirismo do caralho!


  19. Estou aqui pela Joana d´Arc, fico feliz em ser admiradora da força que ela teve, e de tanta determinação realmente é chamada de louca.
    Também sou um grande fã, estou fazendo um estudo sobre ela (joanadarc.wordpress.com). A novidade é que estarei estudando as próprias palavras dela, pois foi o seu espírito quem ditou através de um médium… Parece loucura, mas como já foi dito …as verdades universais são loucuras diante dos homens…
    Convido a participar do meu blog/estudo do livro “A história de Joana d´Arc ditada por ela mesma”. Estarei começando a leitura nesse fim de semana e iniciando o fichário.
    O detalhamento é tão grande que mesmo quem não acredita em espíritos tem a chance de rever conceitos.



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: