h1

Loosing my religion

16 março, 2007

Tô fazendo estágio no inferno. E tudo leva a crer que vou ser efetivada.

Entrei na Catedral da Sé hoje. Aproveitei, já que passo por lá quase todas as manhãs.

Sentei sozinha em um dos longos bancos de madeira escura, no meio da nave confortavelmente penumbrosa, onde os vitrais multicoloridos filtram as luz do sol transformando-a em difusos fachos furta-cor, criando um efeito mágico. 

Esses caras manjavam de cenografia.

Olhei para cima, para aquele teto infinito de arquitetura esquizofrenicamente indefinida, semi-gótica que tenta nos remeter à amplitude dos céus, na tentativa de nos fazer sentir mais próximos do divino. Rá.

O ar rescendia a parafina queimada e flores, misturado a um cheiro asséptico, cânfora ou naftalina, não sei direito. Devia ser o cheiro do incenso queimado horas atrás, na primeira missa do dia. Típico.

Observei os poucos presentes. Alguns oravam ardentemente, olhos cerrados, boca em frenesi, dedos fortemente entrelaçados junto ao peito. Outros só se mantinham em silêncio, impassíveis. Outros tiravam fotos do lugar, alheios.

Conjecturei sobre os prováveis motivos que os levaram aquele templo. Desespero? Busca por uma saída, um conforto? Agradecimento? Pura devoção?

E aí pensei no motivo que havia me levado até ali. Não sei. Não sabia porque estava ali.

Já que não posso te ver, queria olhar para algum ícone seu, sei lá. Alguma imagem que possuísse olhos. Queria estar onde supostamente tua presença é mais forte, já que não a sinto mais ao meu lado há um bom tempo, já.

Fiquei ali, olhando pra tua cara mal-representada, subvertida, conveniente aos olhos da humanidade. Dei risada e balancei a cabeça. Não consigo te imaginar com essa cara de gay.

Fiquei pensando no que te falar. Senti um misto de indignação, raiva, dúvida, confusão e… saudade.

E aí, só consegui pensar nisso. E então falei baixo, olhando pros teus olhos…como numa oração:

Eu escalei as montanhas mais altas
Eu corri através dos campos
Só para estar com você…só para estar com você

Eu corri, eu rastejei
Eu escalei os muros desta cidade
Os muros desta cidade
Só para estar com você…

Mas eu ainda não encontrei o que estou procurando
Mas eu ainda não encontrei o que estou procurando

 Eu beijei lábios de mel, eu senti a cura na ponta dos dedos dela
Queimava como fogo esse desejo ardente

Eu falei na língua dos anjos
Eu segurei a mão do demônio
Era quente à noite
Eu estava fria como uma pedra…

Mas eu ainda não encontrei o que estou procurando
Mas eu ainda não encontrei o que estou procurando

 Eu acredito na vinda do Reino, onde todas as cores irão se fundir em apenas uma, em  apenas uma…. mas sim, eu continuo correndo Você quebrou os grilhões, você afrouxou as correntes
Você carregou a cruz da minha vergonha, da minha vergonha…
Você sabe que eu acredito…

Mas eu ainda não encontrei o que estou procurando
Mas eu ainda não encontrei o que estou procurando…*

E aí, depois de ter dito o que queria te olhando nos olhos, enxuguei o rosto, saí e fui pra casa.

*I Still Haven’t Found What I’m looking for – U2

9 comentários

  1. Como disse Woody Allen: “Eu não acredito em Deus. Se ao menos ele tocisse”


  2. Pois é.

    And I still haven´t found what I´m looking for…

    Me sinto assim também. Acho que é hora de uma conversinha com o Todo-Poderoso tb.

    Beijão!


  3. Sim, os caras entendem de cenografia, arquitetura, dinheiro, etc.

    De resto, o que estavas procurando mesmo? Sabes, né?: se ele existisse e representasse mesmo a igreja, seríamos contra!

    Tchê, o negócio é ser no máximo budista. Por enquanto, sou apenas bundista.

    Beijo.


  4. Tossisse!

    Putz, ressaca é foda!


  5. [ai]


  6. Você não encontrou? A maioria não encontrou, nem eu ao certo sei se entendi o recado. Só sei que ele está bem longe de templos e de ideologias. =D


  7. quantas vozes em uníssono gritariam esse refrão…


  8. Emocionei.


  9. “Onde há muito sentimento, há muita dor”
    (Leonardo da Vinci)

    Amo vc, e farei estágio contigo, onde for.



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: