h1

31

27 junho, 2007

Um belo dia resolvi mudar e fazer tudo o que eu queria fazer…parece aquela música da Rita Lee, mas é a minha vida. Ok, É a música da Rita Lee, mas tem tudo a ver com a minha vida.

Ontem fiz 31 anos de idade. Mas, com minha vasta e louca experiência de vida, parecem mais 81.  É tudo tão estranho que às vezes tenho medo….as lembranças se perdem, parece que foi uma outra pessoa que viveu todas aquelas coisas, não eu.

Foram tantas emoções (!), em épocas tão diferentes, com pessoas diferentes, conjunturas diferentes, sentimentos e  pensamentos diferentes, que eu posso dizer com toda a convicção que não sou a mesma mulher de um ano atrás, por exemplo.  

Sou alguém monstruosamente adaptável, que assimila mudanças de todos os tipos com uma desenvoltura e facilidade incríveis. Isso acaba me assustando. No fundo, no fundo, parece que passo por cima de tudo e não me apego, não sinto nada. Parece que vida ganha um aspecto descartável, o que facilita muito quando um período chega ao fim ou eu perco alguém…mas não é nada isso. Muito pelo contrário, aliás.

Sou alguém que vive cada experiência como se fosse a última e única. Porque pode acontecer de ser, oras. Memento Mori. É assim que precisamos aprender a viver: lembrando-nos de que vamos morrer. Precisamos fazer valer a pena enquanto é tempo.

Desde muito cedo precisei aprender a aproveitar o que vale a pena na vida e esquecer e aceitar a parte ruim da mesma, a deixar pessoas irem embora sem cobrar nada delas, a entender que tudo tem um fim, tanto a felicidade quanto a tristeza e que as duas forças precisam coexistir no Universo.  Precisei fazer isso ou morreria louca muito nova.

O Yin e o Yiang, o bem e o mal, a leveza e o peso, o feminino e o masculino…pólos contrários são necessários para o equilíbrio de tudo. Nada pode ser 100% uma coisa ou outra, ou vai estar em desequilíbrio. Vai ruir. Vai falhar.

É que acho que existem experiências, pessoas e épocas que realmente têm validade e propósitos determinados em nossa vida. Servem para a gente aprender algo, se libertar, adquirir valores, abandonar outros, amadurecer, relaxar, ganhar experiência e sabedoria, maturidade, equilíbrio. Simples assim. Outras coisas e pessoas podem, e até vão, durar para sempre. Mas, não cabe a nós saber quais serão. Só nos cabe viver, amar e aprender.

Eu aprendi com cada experiência que tive. Boa ou ruim. E não foram poucas. E sei que tenho muito, muito muito mais a aprender ainda. Sempre. Por isso viver é bom. A gente nunca pára de aprender, se quiser.

Mas hoje, com 31 anos, posso finalmente dizer que estou exatamente onde e como gostaria de estar nesta idade.

Sou extremamente feliz, tenho poucos e preciosos amigos com quem sei que posso contar em qualquer situação, tenho uma vida profissional que a cada dia ganha mais brilho e novos desafios, meu corpo continua o mesmo desde os meus 15 anos de idade, minha pele é linda, meu sorriso cada vez mais verdadeiro, meu relacionamento está cada vez mais gostoso e recompensador a cada dia, minha saúde está ótima, estou de casa nova, emprego novo, marido novo…e chega porque poderia encher um post inteiro só de coisas boas da minha vida.

Tenho tesão em tudo o que faço. Absoluamente tudo. E isso é maravilhoso. Isse é meu verdadeiro Fogo nas Entranhas.

Eu gosto da pessoa que me tornei. Sei que preciso melhorar, sempre precisamos, mas gosto de quem sou, de estar onde estou…agora só falta você.

E você? Se gosta? Está satisfeito (a) consigo mesmo?

Isso é crucial para se viver uma vida feliz. Ter auto-estima e auto-confiança, amor e perseverança.

Se minha vida terminasse exatamente agora, depois que eu pussesse o ponto final nesta frase, ela teria valido a pena.

Adoro vocês. Vocês, amigos do passado, do presente e do futuro… obrigada por fazerem da minha vida uma experiência maravilhosa. Este aniversário foi um dos melhores que já tive e parte disso, eu devo a vocês. Obrigada.

PS: Leitores queridos: acabei de me mudar de casa e também mudei de emprego, conforme falei acima. Portanto, estou com milhares de detalhes para resolver e não está sobrando tempo para o blog. Espero agora em julho retomar a freqüencia de novos (e interessantes) posts por dia.

Como diria o grande filósofo Didi Mocó: aguardem e confiem.

Anúncios

10 comentários

  1. E eu falei com você ontem no fone e não dei parabéns! Que vergonhaaaaaaaaaaaaaaaaaa!! Me perdoa? Ah, aposto que todo mundo também deve estar bem satisfeito com a pessoa que se tornou! E as coisas ainda vão melhorar bastante, tenha certeza! beijão e meus sinceros parabéns, moça querida!


  2. como eh bom estar bem…

    🙂

    feliz niver minha querida!!


  3. Que post inspirado e lindo.
    Feliz aniversário!


  4. Post lindo!
    Como vc!

    😀


  5. CARAAAAAAAMBAAA!
    Tu faz aniversário dia 26 de junho???
    Eu faço dia 25!
    Quase igual!
    És canceriana?
    Acho que é a canceriana mais diferente que já vi!
    Parabéns querida!
    Que eu possa saber aproveitar a vida tão bem quanto vc!
    😉


  6. NOSSA! não sabia que havia sido seu niver!
    sorry…
    parabéns pequenininhaaaa! adoro vc!
    qto ao que escreveu:
    ‘Sou alguém que vive cada experiência como se fosse a última e única…. É assim que precisamos aprender a viver: lembrando-nos de que vamos morrer. Precisamos fazer valer a pena enquanto é tempo.’
    acredito e vivo piamente assim…
    como primeiro e último.
    é por isso que vc é desapegada… e te digo, é a melhor coisa que tem viver sem apego…
    nascemos só e morremos só, tudo o que vier é ‘leasing’ (rs) ou como costumamos dizer – lucro da vida!
    bjo gde
    tati


  7. fico feliz por ti, menina.


  8. Antes tarde do que nunca, parabéns! Felicidades nesses 31. Quer trocar de idade comigos? Bjão, abs pro Tarsis…


  9. Mil parabéns! um milhão de (mais) felicidades!

    eu adoro muito vce quem vc se tornou! 😉

    beijoca.


  10. AAAAARRRRRRGGGGGHHHHHHHHHHHHHH!!!!!
    Estou me rasgando por não ter lembrado do seu niver:(.
    Estou sem computador a semana toda, sem São Orkut, protetor dos desmemoriados.

    Estou tãããão feliz por você! Seu post me emocionou e me fez relembrar todos aqueles nossos longos papos vespertinos sobre nossas vidas. Curta essa fase maravilhosa, você merece.
    Te amo!



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: