h1

Histeria

4 outubro, 2007

Da sessão: cultura nem tão inútil, by Gabi.

 Você sabia que existem certas doenças mentais que acometem apenas determinados povos?

Pois é. Nas regiões polares existe a famosa “histeria do Ártico” que ataca esquimós e outros povos da região. Os doentes – principalmente mulheres – (pq será, não?) rasgam suas roupas, gritam obcenidades, comem fezes e se jogam na neve imitando focas.

(não sei não, mas acho que já vi algo parecido por aqui pelos trópicos… tal comportamento é meio comum, principalmente em manifestações populares, do tipo carnaval, finais de campeonatos, paradas gays e quetais. É claro que substituímos a neve pelo barro, ou até mesmo pelo lixo…comum nas grandes cidades)

Na Indonésia, por exemplo, é comum a síndrome de Koro, onde os homens tem a impressão de que a genitália está sendo absorvida pelo corpo.

Por conta disso, alguns homens observam e seguram o pênis ininterruptamente, com medo de que este suma.

(ué, mas essa doença não devia ser comum no Japão?)

Não. Já na terra do sol nascente, a paranóia mais frequente é a taijin kyofusho, que provoca medo de que partes, funções e odores do corpo ofendam os outros, por conta da ênfase na coletividade entre os povos nipônicos.

(Eu adoraria que esta doença acometesse ao menos algum brasileiros, principalmente na hora do rush, na estação SÉ do metrô…)

No Canadá, o Wendigo é um tipo de “encosto” que faz com as as pessoas sintam desejo de comer carne humana.

(Engraçado, no Haiti, um país totalmente diferente do Canadá em todos os sentidos, essa doença também é bem comum, porque será, não é mesmo?)

Na China, eles acreditam que a ejaculação frequente seja a causa de perda de energia vital.

(Humm…por isso que os brasileiros são tidos como “preguiçosos” pelo mundo afora)

E a gente? Existe alguma histeria exclusiva de Terra Brasilis?

Quem encontrar a doença mental mais bizarra  ganha um termômetro anal de Itu.

Beijo!

6 comentários

  1. Genial sua pesquisa🙂. Mas você não encontrou nadinha do Brasil?


  2. “Os doentes – principalmente mulheres – (pq será, não?) rasgam suas roupas, gritam obcenidades, comem fezes e se jogam na neve imitando focas.”

    Bom, já vi gente fazendo isso em São Paulo, ali mesmo, na Praça da República!

    Agora se aquilo era uma foca, eu realmente não tenho certeza.. parecia mais ser um ornitorrinco ou um corrupto.


  3. Acho que por aqui a doença é corrupção. Endêmica.


  4. … Gabi eu venho aqui ler sempre que posso o seu blog, por acha-lo muito interessante, mas bah, postar a mesma matéria que saiu na super desse mês me desapontou =/


  5. Lívia

    Antes de qq coisa, obrigada pelos elogios. Agora, deixe-me esclarecer uma coisa: isso aqui não é um blog jornalístico. Aliás, eles existem aos montes por aí, se quiser escolha um. Sou jornalista, e por isso mesmo não me sinto na obrigação de publicar coisas inéditas, quentes, informativas e geniais o tempo todo. Este blog é um hobby. Puro, simples e saudável.

    Este blog é meu e eu publico aqui o que eu quiser, achar interessante, relevante ou engraçado.

    Não tenho a mínima pretensão com isso aqui. Se amanhã ele ficar à míngua, tanto faz como tanto fez pra mim.

    Acima de qualquer coisa, o mantenho porque gosto de escrever e não sou escrava das demandas do público, nem das estatísticas ou das panelinhas da blogsfera.

    Sou escrava somente dos meus desejos.

    E meu desejo no exato momento em que fiz esse post foi compilar algumas das síndromes interessantes publicadas pela SUPERINTERESSANTE de Out/10 e COMENTÁ-LAS (onde creio esteja finalmente, o diferencial)

    Que pena que te decepcionei, tsc. Isso acontece, com todo mundo.

    Mas se você quiser, pode procurar em SEARCH, lá em cima: Fiz um post com síndromes estranhas MUITO ANTES da Superinteressante publicar a tal matéria.

    Obrigada!


  6. Esse negócio de segurar o pênis é algo bem comum por aki, mas não é doença, medo de que ele encolha, é falta de classe mesmo!!



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: