h1

Alguém merece?

15 outubro, 2007

Não fui ver Tropa de Elite. Nem quero ver e pra falar a verdade não estou nem um pouco interessada na nova mania nacional.

Talvez eu assista, se algum amigo meu me emprestar o piratão, mas não pago cinema pra assistir essa bosta. No way.

Por que? Porque eu acho isso tudo uma hipocrisia sem tamanho.

Quem tem o mínimo de interesse em assuntos como criminalidade, ação da polícia, política e violência urbana no Brasil, sabe o enredo do filme de cor e salteado. Aliás, está cansado de assistí-lo. Se fosse um tema diferente, quem sabe eu me interessaria…

E porque esse frisson todo em cima de um tema tão batido?

O poder do marketing. A elite descobriu que mora num paiseco de  3º mundo e não em Mônaco. Descobriu que é vulnerável e que tem medo de morrer como qualquer pé- rapado. Descobriu que  não pode sair por aí desfilando e ostentando seus bens como se estivesse num vilarejo europeu, porque aqui corre perigo de vida.

Porque nesta república de bananas se mata e se morre por dinheiro. Aliás, se mata e se morre por qualquer coisa que dê o mínimo de estabilidade e esperança.

É um país de desesperados e desesperançosos, que elege, num ritmo frenético, ídolos capengas e ignóbeis, simplesmente porque não possui e não sabe o que são valores, não têm a mínima idéia de sua serventia. Não tem referência de nada.

É um país sem consciência. Débil, demente, perdido, esquecido, louco.

Hoje de manhã vi a capa da Revista Época na banca e quase morri de rir. Mas foi aquela risada nervosa, desesperada, quase psicótica, sabe? Não foi uma risada saudável.

A tal capa ostentava a foto do apresentador e empresário Luciano Huck, que, pobrezinho, teve seu relógio Rolex de $48 mil roubado num farol de trânsito em SP, com a seguinte manchete, que indagava:

“Ele merecia ser roubado?”

Ora, peloamordesantocristo, alguém poderia fazer o grande obséquio de me elucidar o PORQUE DIABOS ALGUÉM MERECERIA SER ROUBADO?

O que dizer sobre os milhares de brasileiros que são roubados TODO SANTO DIA, que muitas vezes acabam mortos por um par de tênis, um carro ou qualquer outra coisa de valor muito menor que o Rolex do incauto (sei…) mauricinho?

Devemos viver em universos paralelos, não é possível. A elite NÃO SABE que o povo passa fome, que morre de frio, que tem barraco soterrado, que perde tudo na enchente, que está sem eira nem beira? Sem perspectiva, sem vida? Meu deus, meu deus…mêodeos.

Eu tenho vontade de chorar. Mas nem sei se é de tristeza. Talvez seja de vergonha.

Sei lá…

8 comentários

  1. Olha, tb achei q Tropa de Elite seria algo do tipo “Cidade dos policiais”, continuação de “Cidade de Deus” e “Cidade dos Homens”.

    Fui assistir torcendo o nariz, mas confesso q gostei, principalmente qdo mostra a elite como hipócrita e demente. E que tem gente qrendo mudar alguma coisa, (de um jeito q não concordo mto, mas enfim)

    Pode até dizer q fui influenciada pela mídia e tudo, não tenho a pretensão de ser diferente de todo mundo, já passei por essa fase adolescente de achar q eu era a pessoa mais certa do mundo, era diferente de todo mundo só pq não gostava do q a mídia impunha. Deixei de ser normal, igual, pra me torna Arrogante. Acordei qdo percebi q tinha o direito de ser supérflua de vez em qdo, só pra num pirar.

    é isso


  2. Esse texto está ótimo e tristemente real.
    Queria.. hum.. eu quero ver o Tropa de Elite.
    Mas pode ser o produto marretado do importabandista😛

    -v-

    Acho que ninguém devia ser roubado. Infelizmente como há um abismo social, as maioria (pobre) das pessoas acha cômico um riquinho reclamar que não pode desfilar de rolex. Uma vez o Dunga, atual técnico da seleção disse uma coisa brilhante sobre a divisão de renda e riqueza:

    – “Do que adianta eu ganhar dinheiro se meus filhos não podem usufruir?”

    Pois é. Quanto mais pobreza, mais violência, só não vê quem não quer.
    Bom, já te falei qual é a melhor saída para o Brasil depois do genocício nuclear é Cumbica, porque Congonhas, não é mais!


  3. Depois de escrever aqui me deparei com isso:

    Foi enterrado hoje de manhã o atendente de pizzaria Jailton Pacheco, de 24 anos, morto a facadas por três punks no Terminal Parque Dom Pedro II, na região central de São Paulo, na madrugada de domingo. Pacheco foi sepultado às 10 horas, no Cemitério Lageado, em Guaianazes, na zona leste da capital. Os acusados, que já estão presos, esfaquearam o rapaz por causa de um desconto de R$ 0,40 em uma pizza.

    De acordo com a Secretaria de Segurança Pública estadual, o crime aconteceu após um desentendimento em um quiosque da pizzaria no terminal. O trio voltava de um show e parou para fazer um lanche, porém tentaram comprar um pedaço de pizza, que custa R$ 1,00, por R$ 0,60.

    O guri morreu por 0,40 centavos. É uma coisa a se pensar.


  4. esta revista cada dia que passa fica pior, um cocô dos mais fedidos.
    sobre o filme, posso te emprestar. comprei o piratão (ai meu deus, posso ser presa divulgando isso) para ajudar a girar a economia do boliviano que me vendeu na paulista. faz tempo.
    eu acho que, mais do que a midia, o filme fez sucesso por botar o dedo no pânico da população em geral (também alimentado pela midia). as pessoas querem um herói e o tal do policial interpretado pelo moura (esqueci o nome do personagem), faz as vezes.
    não interessa se tortura, se é nazista…acho que vale a pena ver, anyway.


  5. pior que o filme é bão!Não fica com má -impressão só por causa da falação, vai lá ver!O Wagner Moura arrasa e tá um gato.(Venho sempre aqui mas nunca postei.)Vai ver na telona que ele merece!Bjo


  6. Eu assisti e achei que ía conseguiur suprir minha necessidade ocasional de justiça através do cinema, e me decepcionei, pra falar a verdade, achei tudo meio sem sentido. Se tem algo que valha é o Capitão Nascimento, ele é o cara, e o triste fato de que todos são culpados, nós todos. Mas infelizmente não me impactou como Cidade de Deus. Na boa, assista se descolar pirata.


  7. Oi Gabi!
    Tô acompanhando seu blog já faz um tempo, mas acho que nunca deixei comentário aqui. Pra falar que eu gosto de quase tudo, fica meio estranho deixar um comment, certo?

    De qualquer forma, te indiquei no meu blog pra um meme. Espero que não se importe.

    Bj


  8. na verdade, o capitão naiiiiscimento é o nosso jack bauer :p



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: