h1

Manual do pé na bunda

18 novembro, 2008

Uma amiga queridíssima, uma das mais queridas entre as queridas está lendo o livro – “Ele simplesmente não está a fim de você” – e comentou comigo dia desses via msn, me questionando ao mesmo tempo sobre a razão de eu nunca ter feito um post semelhante.

Fui sincera a e disse que nunca havia feito nada parecido porque achava simplesmente que a mulherada SABIA quando um homem NÃO ESTAVA a fim delas, oras, ao que ela me rebateu de pronto:

-NÃO!!!! Não sabemos! –

O que me surpreendeu. Sério. Pensei que isso já fosse assunto antigo e resolvido, afinal, somos mulheres modernas, descoladas, atentas, informadas e que já se adaptaram às mudanças comportamentais  pelas quais que nós mesmas lutamos para estabelecer, certo? CERTO? Ahnmnn..ok. Deixa pra lá.

Bem, isso me  acontece com frequência…eu acabo superestimando este ser possuidor de vagina e guiado quase que exclusivamente pelas emoções (“o quase” fica por conta dos hormônios que também tem sua culpa parte no processo) e deixo de abordar uma série de temas interessantes para o universo feminino, (apesar de escrever sobre outros, mas sob outra ótica…enfim) mas atendendo a pedidos, lá vai a minha versão do livro, rebatizada de:  “Acorda, garota…o cara só quis te comer”.

Sutil, vá?

1 – Primeira de todas, a golden rule: – HOMENS NÃO SABEM TERMINAR RELACIONAMENTOS.

Tudo bem, se aconteceu com você sinta-se privilegiada , ou não, pois se ele terminou, foi porque estava de saco cheio MESMO, já que a tática mais comum é a do golpe da barriga. O que? Pensou que só mulher dava golpe da barriga? Não! Homem também dá, querida, é assim:

-Ele vai empurrando o relacionamento com a barriga até este ficar INSUPORTÁVEL a ponto de fazer VOCÊ tomar uma providência e terminar tudo. Simples.

Covardia? Canalhice? Mau-caratismo? Falsidade? Preguiça? Acomodação? Nada disso. Ou tudo isso junto, MAIS a  irritante inclinação masculina de EVITAR CONFLITOS a qualquer custo, nem que o custo, no caso, seja uma má-reputação entre as mulheres.

Eles não terminam porque simplesmente não sabem como fazer, darling. Não sabem ser sensíveis o bastante, ou objetivos o bastante, ou sinceros o bastante. Simplesmente porque não são bons com esse tipo de coisa. A natureza reservou a desenvoltura e inteligência emocionais para nós, não para eles.

(existem exceções às regras, ok? Sempre! E a vida vale a pena por causa delas!)

Se bem que, as exceções, no caso, acabam confirmando a regra. Porque quando os coitados tentam entrar em conflito benéfico e finalmente tomar uma atitude e terminam o relacionamento a mulherada PIRA O CABEÇÃO, se descontrola total, se descabela, faz uma chantagem emocional digna de novela mexicana e eles acabam voltando por DÓ. E eu já disse isso aqui e repito: não tem nada pior do que sentir DÓ de alguém. Dó é a confirmação de que o outro não vale absolutamente nada, nem esforço algum.

Bem, dito isso, se você já terminou seu namoro/relacionamento, quer começar outro mas está mais perdida do que azeitona em boca de banguela com o novo “Dating code”, aqui vão algumas dicas:

-Se um cara mentalmente saudável realmente gostar de você, nada vai poder impedí-lo (de te encontrar) (tire dessa lista: acidentes e imprevistos, porque isso acontece, ok? NEURÓTICA!)

É isso aí. Esqueça as desculpas e pare de ser sempre compreensiva. Quando um cara quer, ele QUER. Agora, se na quinta vez que vocês marcam de sairem juntos , o cara não vai e depois diz que trabalhou demais, saiu tarde do escritório e no caminho do cinema atropelou um cachorro de um velhinho que teve um ataque cardíaco e enquanto isso acontecia um guarda o multou a carteira foi apreendida e o carro guinchado e  de repente apareceu um disco voador e…ah, peloamordedeus! Manda pastar!

-Os homens não se importam de estragar uma amizade se isso pode significar sexo, seja por meio de uma amizade colorida ou de um namoro sério

Precisa de comentário? Acorda, Alice, pare de romantizar a coisa toda. Se ele estiver a fim de você esse papo de “tenho medo de estragar a amizade” NÃO COLA! Ele VAI QUERER trepar com você. Não importa se vocês fizeram maternal juntos e as famílias se conhecem desde a Era Cenozóica, não importa se você tomou banho com ele quando tinha 5 anos e vocês se deram apelidos carinhosos e cafonas do tipo: “Déco e Tica”, não importa se ele te defendia dos valentões do colégio e nem se ficou vigiando para ver se alguém vinha atrapalhar o beijo que você deu no amigo dele atrás da igreja quando vocês tinham 13 anos.

Se ele estiver a fim, amizade de cu é rola! (com o perdão do trocadilho). Ele pode até forjar um namorinho pra ver se te come mais vezes! Ou então propor uma bela de uma amizade colorida, o que, ao meu ver é a melhor opção, mas, se você é uma relationship-freak, doida-varrida, maluca, é óbvio que não vai topar, vai pegar no pé do moço e vai arrumar toda aquela encrenca da qual os caras fogem como o diabo da cruz, ao anunciar as palavras malditas em aramaico inca-venusiano: “eu quero um relacionamento sério!” –

Depois não se pergunte porque nem “amizade colorida” os caras querem ter com você…

-O famoso “eu te ligo!” que acabou virando um: “te mando um e-mail”

Hahaha, na boa, vocês AINDA esperam ouvir isso?  Ou pior: que eles realmente FAÇAM ISSO? Ou seja, procurem você? Bem, se você espera e ele não faz, qual o diagnóstico, baby? Ele não está nem aí.

E não aceite desculpas, porque com o advento do botão redial, internet wi-fi, lan houses, Blueberries e I-Phones ou ainda o bom e velho POMBO-CORREIO é praticamente impossível alguém não conseguir entrar em contato, a não ser que ele seja um retardado mental, bem…nunca se sabe, né?

-Se ele só quer ficar com você quando está bêbado ou doidão, isso não é amor, simplesmente faz parte do pacote “curtição”

Custei a acreditar, mas ainda existem mulheres que se contentam com migalhas. Migalhas de tudo: da vida, de amor, de amizade, de sexo… Preferem se submeter a isso (ficar com os caras só nessas condições) do que nunca tê-los (sic). O que dizer para essa coitadas além de: valorizem-se? Bah. Perco até o tesão de falar alguma coisa…

-Namoro iô-iô

Se você e o cara vivem “enrolados” ou seja, ele termina e você vive querendo voltar e ele aceita, não quer dizer que ele te ama, está dividido, tem saudades ou qualquer coisa romântica que você insiste em inventar. Saiba que ele volta só porque você é garantia de sexo fácil. Ou seja: só pra te comer. Até aí, nada contra se você aceitar isso e curtir, ao invés de ficar se enganando achando que numa bela manhã de sábado ele vai te levar café na cama e te pedir em casamento…rsrsr

Apenas lembre que a pessoa para quem você está voltando é a mesma que, pouco tempo antes, olhou bem para o seu lindo rosto , avaliou você inteira  e mesmo assim disse que não precisava mais de sua companhia.

-Sobre caras que somem

Ele sumiu porque só queria te comer e nada mais. Tá ficando repetitivo, eu sei…mas é que o assunto é recorrente e só se resume a isso! APRENDAM, CACETE!

E por fim:

Um bom relacionamento é muito melhor que um relacionamento ruim.

E você nunca terá um bom relacionamento se ficar insistindo no Mr. Big Shit. Se liberta, minha filha e trate de se valorizar mais, a velha história é totalmente clichè e verdadeira: se você não se gostar, ninguém vai e blábláblá

Resumindo: você sofre porque quer.  Já ouviu aquela máxima de que quanto mais a gente força a barra para conseguir algo na vida mais a gente se estressa e nada rola?

A mesma coisa acontece com namoros e relacionamentos, honey. Ainda mais nessa área, onde forçação de barra não tem vez MESMO.

Se tudo isso aconteceu com você, esquece e bola pra frente. Deixe o cara (ou os caras) em paz e siga tua vida.

Deixe a coisa rolar, viva sua vida, preocupe-se consigo mesma, com sua aparência, com suas amigas, com sua vida profissional, com sua vida espiritual, intelectual (opa, principalmente…) com o mundo, com o aquecimento global, com os pobres na Malásia, com as vítimas da Guerra no Iraque, enfim…esquece isso um pouco. Relaxa e goza, como diria a grande sexóloga Marta Chuplicy.

E aliás, alguém pode por favor me explicar porque essa necessidade compulsiva da mulherada por casar? Qual o problema de você namorar alguém a vida inteira se isso estiver te fazendo feliz? Qual o problema de vocês, sei lá, terem um relacionamento aberto? Qual o problema de vocês casarem e, enfim, morarem em casas separadas?

Quem foi que disse que o casamento é o único e derradeiro objetivo de todo relacionamento, meu deus?

E quem disse que, um relacionamento de 20 anos, por exemplo, que chega ao fim (contanto que o término tenha sido civilizado e pacífico) foi um relacionamento que “não deu certo?”

Claro que deu certo! Vocês conviveram por 20 anos, caramba! Deu certo durante esse tempo todo, agora chegou a hora de mudar, objetivos mudaram, vocês mudaram, sentimentos mudaram…assim é a vida!

Amiguinha (agora baixou a Palmirinha..rsrsrs) Pare de sofrer! Procure uma das Igrejas…aham, enfim, compra um vibrador e voilá, seja feliz!!

(huaha, não pude deixar de notar no link que pus, do livro…há um banner com o sagrado coração de Jesus e a frase : “ele cumpre o que promete”…hahuahaha, desculpem, mas…huajaahhahaha…enfim, talvez seja uma solução, sei lá! )

3 comentários

  1. Sua versão está perfeita . Tudo verdade. Principalmente que existem exceções. Talvez 3 ou 4. ahaha
    bj


  2. Pé na bunda dói, mas se soubermos administrar o estrago da bunda, as coisas podem ser bem melhor.

    Foi assim, mais ou menos, que aconteceu comigo em um passado recente (08 de abril de 2008), quando minha ex-esposa (dona do pé) investiu contra a minha pessoa(dona da bunda). Sem piedade, mansinha, calma, determinada, sentou-se na mesa da cozinha, onde eu estava tomando um café, e disse: “conversei com os filhos e eles disseram que não se incomodam… resolvi que quero a separação… quero viver livre, chegar em casa a hora que quiser… conhecer outras pessoas interessantes… dançar…, você pode ficar aqui em casa… uns três dias… aí você arruma um lugar para morar, porque não quero causar constrangimento a você, quando eu aparecer aqui com algum amante…” (!!!).

    Isso foi a sentença final, depois de 25 (vinte e cinco) anos de casados, sem oportunizar o contraditório e a ampla defesa (Constituição Federal, art. 5º, LV)!!

    E, veja bem: me expulsou de casa – imóvel que construí sozinho, com o meu dinheiro!!!

    É… essa vida é engraçada.

    Anos a fio investindo, financeira e socialmente, na célula familiar… comprando imóveis, carros novos (inclusive para a dona do pé), dando educação de primeira qualidade para os filhos, sendo bonzinho, honesto, fiel, companheiro, prestativo (e muito mais).

    Resultado: pé na bunda!

    Homem tem de ser infiel, safado, sem vergonha, vagabundo, mentiroso e portador de outros atributos de semelhantes qualidades. A mulher gosta é desses.

    Homem bonzinho tem uma bunda muito atrativa ao pé da mulher!

    Mas é a vida.

    Mas tem cura!

    O tempo é o senhor da razão.
    Razão de ser e razão de ter.
    De ser homem e de ter paz.
    O tempo não passa;
    Não deixa avisos;
    Só nós passamos nesta vida;
    Vida de imprevistos e de improvisos;
    De amor e de decepção;
    Naquilo que acreditamos ser e não é.
    Naquilo que depositamos confiança;
    E também a fé;

    Mas é a vida, pelo menos isso.
    Se vivo é porque há uma razão maior;
    Maior que eu mesmo;
    Idealizada por alguém a esmo, melhor;
    Que busco a todo instante;
    Mesmo inconsciente;
    Porém distante;
    Mas ele está presente.
    Aonde eu não sei;
    Ninguém, na verdade, sabe.
    Mas existe.
    Sua fisionomia, desconheço;
    Só vejo suas obras;
    Em prol de tudo e de todos os mortais;
    E todos também pensam nele;
    E ele vê todos, de algum lugar, iguais;
    Mas poucos lhe creditam o ser e o saber;
    E, de forma desigual, o trata como igual.

    BOLA PRÁ FRENTE!!!


  3. sensacional!
    não sei como te achei, mas a palavra é essa:
    sensacional



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: