h1

O grande post dos por ques: filmes pornô

12 fevereiro, 2009

Nunca gostei de filme pornô. Sério, apesar de adorar sexo, aquilo nunca me excitou.

Talvez seja pelo fato de ser produtora de cinema/TV e conhecer a rotina de uma filmagem, por saber que não existe glamour algum ali, que dezenas de pessoas acompanham a cena, que eventualmente ela precisa ser interrompida para ajustes (muitas vezes na hora “H”, no caso) que as caras e bocas das atrizes são ridículas e caricatas e que os caras ficam de pau duro por conta da pílula azul ou devido ao “trabalho” de um (uma) contra regra contratado (a) somente para garantir tal “efeito” e não porque está com tesão.

Sei lá, acho aquilo tudo muito fake, não consigo me  isentar de minha função de “detalhista profissional” e deixar de reparar na locação, na iluminação, no corpo dos atores, na atuação na maquiagem…em tudo.

Não consigo, não dá. É mais forte do que eu. Não me excita em nada ver um casal ou um bando de gente (às vezes gente beeem feia, dependendo da produção) trepando e fazendo de conta que tudo aconteceu por acaso…

Eu me excito com “live action”, se pegar a coisa no flagra, de verdade, em algum lugar. Mas aí é outra história.

Agora, vocês já repararam nos grandes clichès de filmes pornô? Por que? repito, por que diabos as locações de filmes pornô precisam ser coisas do tipo:

-Borracharia

-Cassino

-Clube de tênis

-Bar com mesa de sinuca

-Piscina

-Mansão abandonada (especialmente a sala de jogos)

-Escritório

-Campo gramado

-Varandas

-Carros (interior)

-Barco

-Garagem

-Cozinha

– Quartos de motéis (esse nos mais xumbregas…)

Por que a abordagem, os diálogos e a “história”  precisam ser a coisa mais tosca na face da Terra ?

 Do tipo: a mulher entra no açougue, faz o tipo “dona-de-casa-gostosa-e-fogosa”, saia de chita curtíssima, top de cor clara (deixando aparecer os mamilos), maquiagem pesada, cara de coroa que “ainda dá um caldo”.

Ela olha bem pro açougueiro (este por sua vez é um cara bombadaço, moreno de bronzeamento artificial, um coroa também, com UM BIGODINHO INFAME e tatuagem de águia em um dos braços que afia a faca enquanto “devora a mulher com o olhar”)  e pergunta, com voz melosa, enquanto passa a língua nos lábios  cor de pêssego flamejante e cheios de botox:

-O senhor tem maminha? – ela pergunta, enquanto passa as mãos pelo próprio corpo, fingindo volúpia.

No que ele, todo animadinho responde, lambendo os lábios e debruçando-se no balcão:

– Não, mas se a senhora quiser levar linguiça tem umas ótimas aqui…

Putz…sério que é pra se excitar com um troço infame desses?

– Por que os atores pornôs SEMPRE são mais feios que as mulheres, se grande parte do público consumidor desse tipo de filme, (acreditem ou não) é feminino?

-Por que são feitas versões absurdas de filmes conhecidos do cinema tais como: “Foda de Elite”, “Branca de Neve e os Sete Anões” o “O Senhor do seu Anel”…e quetais?

– Por que eles usam cabelos e bigodes à moda dos anos 70? Homenagem à Era de Ouro do cinema pornô?

– Por que seus pintos são sempre cheios de veias saltadas?

– Por que eles tem que ser sempre bombados e estão com os corpos sempre brilhantes?

-Por que eles tem que fazer aquela cara de “lobo faminto dos desenhos do Pica-Pau” sempre que veem uma mulher?

– Por que a trilha sonora tem que ser ridiculamente broxante? Algo instrumental, em MIDI ainda por cima; semelhante à música de elevador, de consultório de dentista ou de churrascaria?

– Por que a maquiagem tem que ser tenebrosa, do tipo: “é sempre carnaval” ou “eu sou puta mesmo e daí?”  Sombra verde-pena-de-pavão, com blush marrom e batom vinho cintilante?

– Porque a maioria das atrizes pornô usam unhas ENORMES e postiças em cores esdrúxulas? Elas róem as unhas de estresse? Será que as unhas não descolam durante “rala e rola” e vão parar em algum lugar pouco usual?

– Por que as atrizes tem que gritar como se estivessem parindo um porco-espinho e reviram os olhos como a Linda Blair em “O Exorcista”?

– Por que elas tem que olhar para a câmera e fazer caras e bocas? Não é pra “fazer de conta que eles estão sozinhos?”

-Por que os ângulos e enquadramentos precisam ser sempre ginecológicos? Juram que vocês homens ficam de pau duro ao ver nossas trompas de falópio?

– Por que, além dos paus alheios (às vezes mais de um) elas tem que introduzir objetos, comidas e todo tipo de parafernália, tais como: garrafas, mandiocas, dildos, cenouras, pepinos, controles-remoto….e (o pior de todos) animais como: COBRAS? ( oh  god…por que? Por quêêê?)

– Por fim, por que os caras não encontram um outro local para gozar, além de na cara das atrizes?

Fico aqui pensando…

 

11 comentários

  1. Este post poderia ter a tag “grandes questões da humanidade”…


  2. Believe it or not, mas eu nunca vi um filme pornô na minha vida. E agora eu sei porquê…


  3. Olha, eu q num tenho nada a ver c edição de filme e num entendo nada disso, sempre disse q filme porno num me excita, eu sempre axei ridiculo, pq sei q é como qlquer filme, tem a hora certa pra tudo, e vem o diretor ah faz assim oh, num geme assim naum e tal, sempre pensei nisso… qnto aos locais é falta de criatividade mesmo por conta dos produtores… mas o pior, tem gente q axa o maximo e pior ainda, só sente tesão se for a base de filme desses…


  4. […] A Gabs, do Fogo nas Entranhas, e a ATRÊ, do Conversa Atrevida, recentemente falaram um pouco sobre impressões femininas sobre […]


  5. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK, pintos com veias saltadas? affff, ai muito bom Gabi! Eu achava que só eu não achava excitante assistir foda alheia. hehe.


  6. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Acho o Ó filme pornô, não vejo e nem sinto tesão nenhum naquilo. É uma gemeção forçada, um conversê chato e sem contar que reparo nas atrizes: “olha, que bunda mais feia! É mais mole que pacote de leite! E aqueles buracões ali? Credo, que nojo!” e nos atores também: “Tá, só tem musculo nesse infame? E essas veias mais grossas que o pinto?”, kkkkkkkkkkkk, no final das contas vira mais uma comédia do que um pornô.

    O texto humilhou.


  7. Eu acho que filme pornô é quase uma comédia. Dá para rir bastante com essa galera… rs


  8. Rs…muito engraçado, o post. Eu já vi alguns filmes pornôs, mas também fico reparando em tudo e decididamente não consigo “entrar no clima”. Acrescento ainda outra grande questão: Por que tudo tem que ser feito num ritmo tãaaao frenético, e com tanta força? Mais parece que os homens têm que bater uma meta: x penetrações (entra e sai) por minuto. Loucura.
    As caras e bocas para as câmeras são terríveis; as histórias, então…o ângulo ginecológico é outro problema. Enfim, uma tosqueira. Também me pergunto por que ninguém faz algo de vergonha (!) nesse gênero tão carente de boas idéias e um mínimo de senso.


  9. Eu tenho dois projetos de roteiros de filmes/vídeos pornôs revolucionários.

    Já comecei bem pelos títulos:

    “As mina do Rei Salamão” e “Arrombando a banda larga”.


  10. Mais algumas indagações:
    – Por que os atores sempre usam um boné virado ao contrário e ficam com cara de babaca?
    – Por que teem sempre que gozar na cara ou na boca das atrizes?
    – Por que os atores sempre teem paus desumanos?

    Eu também não gosto de filme pornô produzido. Mas acho excitante filmes bem amadores, desses feitos em casa sem maiores apuros técnicos.


  11. Muito bom texto!
    Faltou só citar a sequencia clássica de um filme pornô:
    – mulher faz sexo oral no homen;
    – homen faz sexo oral na mulher;
    – inicia-se o sexo vaginal;
    – variam-se as posições;
    – mulher faz mais sexo oral;
    – inicia-se o sexo anal;
    – mulher faz mais sexo onal;
    – homem ejacula no rosto/boca da mulher;
    – variação: às vezes, ele ejacula no ânus da mulher.



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: