Archive for março \31\UTC 2009

h1

A leveza e o peso

31 março, 2009

A vida nada mais é do uma pesada busca pela leveza.

Anúncios
h1

“From UK” é o caralho

27 março, 2009

Meu marido chegou em casa ontem contando o caso de um amigo que está passando o diabo com a filha adolescente de 14 anos.

É que, como se já não bastasse a menina ser Emo e encher o saco do pai com aquela baboseira toda de “eu-sou-revoltada-porque-não-sou-aceita-do-jeito que-sou” e mimimi, agora ela deu de “migrar” de tribo urbana e está gastando os tufos em apliques e maquiagem importada, adotando um discurso preconceituoso, irrealista, e xenófilo, tudo isso coroado com o uso compulsivo  do Orkut.

Aliás, o Orkut é um caso à parte. O pai, coitado, quase teve uma lipotimia quando se deparou com a descrição do perfil da filha. No quesito Orientação Sexual, a menina (menina, já que ela tem só 14 anos), lascou um desafiador “CURIOSA”, ao invés do trivial “heterossexual”.

Até aí, não há razão para tamanho alarde, afinal, infelizmente, hoje em dia é com essa idade que a galerinha anda descobrindo e testando a própria sexualidade. Nada que uma boa (e chata, e incômoda) conversa entre pai e filha não resolva, em conjunto com alguns calmantes receitados pelo terapeuta (do pai, obviamente).

 Mas o que me indignou, mas INDIGNOU MESMO, foi que a nova tribo adotada pela garota tem um nome absurdo, esdrúxulo e uma pseudo-filosofia mais nonsense e boçal ainda.

É uma tal de “From UK”.

Como eu disse acima é pura xenofilia, pois me parece que o a idéia central da coisa toda é que “Só no Reino Unido é que todos são felizes e aceitos como são”. Leiam a matéria do link pra ter uma idéia da parada toda…é…. revoltante.

Na boa, quando eu era adolescente (e ainda durante a juventude  e parte da vida adulta…e talvez até hj rsrs) eu fui gótica. Fui mesmo e, logo que os emos surgiram por aí, eu nunca havia aberto a boca para criticar os pobres coitados. Sentia que estaria sendo injusta, afinal, dizem que os góticos são os “pais dos emos (discordo, mas enfim, espero que tenham entendido meu ponto de vista). Adolescente é assim mesmo, procura um grupo de identificação e blábláblá, aquela besteirada toda que já sabemos de cor e que é pregada aos quatro ventos pela mídia, pela pedagogia e psicologia.

Mas em toda minha adolescência, com todas as besteiras que fiz, pentelhices, exageros e imaturidade natural da idade, eu me orgulho de algumas coisas.

E de nunca ter sido alienada e burra, são algumas dessas coisas.

From UK? From UK é o caralho! Esses adolescentes nunca estudaram história contemporânea mundial na vida? Não ficaram sabendo de alguns eventos cruciais da história como: época das navegações, Reforma Protestante, colonização britânica na Índia e na Austrália entre outros países (e as atrocidades cometidas pelos britânicos), Primeira e Segunda Grandes Guerras, Revolução Industrial etc, etc, etc?

From UK? Esse bando de burguesinhos burros alheios à tudo exceto ao próprio umbigo pensam que vivem onde?

Sabe o que eu, no lugar desse pai que está cortando um 12 com essa patricinha mimada, faria?

Pegaria essa menina pela mão e a levaria, com seus apliques, delineadores importados, vestidinhos alternativos e cabecinha oca para passar uma semana NA FAVELA.

Na favela da Rocinha.

Eu mostraria pra ela o país onde ela nasceu e vive. E suas belezas, mas PRINCIPALMENTE suas dificuldades. E a faria sentir vergonha de si mesma.

E depois dava uma bela de uma surra de chinelo na BUNDA “From UK”, dela.

Velha Escola, sem medo de ser feliz. Apanhei na bunda a vida toda e nem por isso sou uma serial killer.

Eu corro o risco de parecer uma velha decrépita ao dizer isso, mas essa juventude É UMA MERDA.

Eu não me lembro da minha adolescência ter sido tão fútil, tão omissa, tão idiotizada, tão burra, tão alienada, tão…afe.

Sei lá…fico por aqui pq nem sei mais o que dizer.

A unica coisa que me vem à cabeça no momento é:

God save the queen her fascist regime
It made you a moron a potential h bomb !

God save the queen she aint no human being
There is no future in englands dreaming

Dont be told what you want dont be told what you need
Theres no future no future no future for you

(God Save the Queen – The Sex Pistols)

h1

Fogo nas entranhas do SBTeta

26 março, 2009
Euzinha estarei no programa “Olha Você”, uma revista eletrônica diária que vai ao ar das 17 às 18 no SBT – http://www.sbt.com.br/Olhavoce/  – terça ou segunda, ainda sem confirmação da data exata – falando sobre – BLOGS
 
De qq forma, não falei muito. Dei muitos dados jornalísticos, o que deve enriquecer a matéria mas o gancho era  mais para cyberbullying e meu histórico de blogueira.
Como fui orientada a citar somente um blog (possuo mais 3)  deixei  o Usável (www.usavel.opsblog.org)  o Dedo no Curry (www.enfiaodedonocurry.opsblog.org)  e o Superbebê (www.superbebe.wordpress.com) de fora, infelizmente e me concentrei no Fogo nas Entranhas.
 Não sei como vai ficar a matéria finalizada, vamos ver que bicho vai dar.
 
  Eu, sinceramente, só espero não ter parecido HORRÍVEL e BURRA.
 
Vou ter pesadelos sobre isso, for sure.
 
Mas enfim foi interessante estar do outro lado, como entrevistada.
Percebi que prefiro MIL VEZES estar atrás das câmeras do que na frente delas.
Sem contar que eu produzia a matéria pro repórter, coitado…não sei como ele não me mandou tomar no cu …rsrsr..bah, costume!
Enfim, espero que renda bons frutos.
De qualquer forma, só por via das dúvidas, desejo a vocês tudo o que me desejarem…EM DOBRO.
Beijooutronãomeliga
h1

Lady Gaga

26 março, 2009

A voz dela parece com aquela coisa horrenda da Christina Aguilera, mas achei esse clipe o máximo, me lembra de algumas festas memoráveis que tive o prazer de frequentar…

httpv://br.youtube.com/watch?v=M65zI9LH-as

h1

Um dia

18 março, 2009

Amantes nunca falam de morte.

É um assunto difícil de se debater e, afinal de contas, pra que pensar nisso agora que estamos vivos e bem, não é mesmo?

Well, a morte é uma visitante que não costuma ligar avisando que “vai dar uma passada lá em casa” e, “memento mori”, para morrer basta estar vivo.

Ela já bateu à minha porta algumas vezes, mas acho que o destino fez de conta que não tinha ninguém em casa…

Um dia ela pula a janela, que eu sempre deixo aberta, aliás…

Todo mundo morre. É duro pensar que meus amados um dia partirão.

Na verdade é pior pra quem fica, sempre…. por isso espero ir antes.

Mas a gente não sabe nada de porra nenhuma nesse Universo louco e se um dia, algo acontecer, algo que te afaste de mim desse modo, eu quero estar ao seu lado para te dizer :

I’ll  Follow You Into the Dark – Death Cab for Cutie

Love of mine some day you will die
Meu amor um dia você vai morrer
But I’ll be close behind
Mas eu vou estar logo atrás
I’ll follow you into the dark
Eu te seguirei rumo à escuridão
No blinding light or tunnels to gates of white
Não haverá luzes cegantes nem túneis para portões brancos
Just our hands clasped so tight
Só nossas mãos unidas, apertando-se fortemente
Waiting for the hint of a spark
Esperando por uma faísca, talvez
If heaven and hell decide
Se o céu e o inferno decidirem
That they both are satisfied
Que já tem hóspedes o bastante
Illuminate the no’s on their vacancy signs
Que iluminem os “nãos” em suas placas de indicação de vagas
If there’s no one beside you
Se não houver mais ninguém ao lado
When your soul embarks
Quando sua alma embarcar
Then I’ll follow you into the dark
Então eu vou seguir você até rumo à escuridão
In Catholic school as vicious as Roman rule
Na escola católica, tão violentas quanto suas regras romanas
I got my knuckles brusied by a lady in black
Eu tive minhas juntas machucadas pela dama de preto
And I held my toungue as she told me
E segurei minha língua quando ela me disse:
“Son fear is the heart of love”
“Filho, o medo rege o amor”
So I never went back
Então eu nunca mais voltei
If heaven and hell decide
Se o céu e o inferno decidirem
That they both are satisfied
Que já tem hóspedes o bastante
Illuminate the no’s on their vacancy signs
que iluminem os “nãos” em suas placas de indicação de vagas
If there’s no one beside you
Se não houver ninguém do seu lado
When your soul embarks
Quando sua alma embarcar
Then I’ll follow you into the dark
Então vou te seguir rumo à escuridão
You and me have seen everything to see
Eu e você já vimos tudo o que havia para ser visto
From Bangcock to Calgary
De Bangkok até Calgary
And the soles of your shoes ar all worn down
E as solas dos nossos sapatos estão totalmente gastas
The time for sleep is now
A hora para dormir é agora
It’s nothing to cry about
Não há porque chorar
Cause we’ll hold each other soon
Pois nós vamos nos abraçar em breve
In the blackest of rooms
No mais negro dos quartos
If heaven and hell decide
Se o céu e o inferno decidirem
That they both are satisfied
Que já tem hóspedes o bastante
Illuminate the no’s on their vacancy signs
que iluminem os “nãos” em suas placas de indicação de vagas
If there’s no one beside you
Se não houver ninguém do seu lado
When your soul embarks
Quando sua alma embarcar
Then I’ll follow you into the dark
Então vou te seguir rumo à escuridão
I’ll follow you into the dark
Vou te seguir rumo à escuridão
h1

Perfeito

12 março, 2009

Se eu fosse montar uma banda neste exato momento, o nome seria SUBPRIME

Fala se não é perfeito?

h1

Tempos bárbaros

10 março, 2009

Agora, me diga, do fundo do coração, seja você católico, budista, evangélico, shai, judeu, muçulmano ou ateu…

Dá pra acreditar num país que tem como religião oficial uma ordem cujo sacerdote EXCOMUNGA (exclui, separa, proíbe de receber os sacramentos católicos romanos) a equipe médica, que SALVA a vida de uma CRIANÇA de 9 anos, vítima de um ESTUPRO, realizando um aborto, porém, não o ESTUPRADOR? )(no caso, o padrasto)

Talvez o arcebispo não tenha condenado o estuprador porque de alguma forma se identifica com ele, afinal, existe a possibilidade de ele também ser UM PEDÓFILO MALDITO, DOENTE E DESGRAÇADO.

Me desculpem, eu não consigo processar uma informação dessas. Não consigo compreender, não consigo aceitar nenhum tipo de justificativa do pontíficie.

Nosso Estado é laico, pero no mucho e sabemos que a atitude do arcebismo vai bater fundo nessa sociedade supersticiosa e ignorante, em sua maioria.

A cada dia que passa eu me convenço ainda mais de que a única coisa que nos separa da Idade Média é a tecnologia.

Mas, de que adianta tanta tecnologia se o pensamento continua antiquado? De que serve tanto conhecimento? Onde está a sabedoria, afinal?

O ser humano é bárbaro em seu íntimo.

Tanto o estuprador quanto o arcebismo, são duas faces desse barbarismo.